Seja bem-vindo

Este é um blog que visa o fortalecimento da sua fé!!!

segunda-feira, 15 de outubro de 2007

Bíblia: Palavra do Deus do povo na linguagem do povo de Deus

A bíblia foi e é o livro mais utilizado por toda a humanidade. Seu conteúdo levou muitas pessoas a buscarem Deus, se interessarem por ele e a mudarem de vida. Os santos se fizeram santos por que a obedeceram. O papa se tornou papa por que a entendeu e aprendeu a fazer dela um roteiro de vida. Mães que perderam seus filhos encontraram conforto lendo-a. Muitos não dormem sem antes fazer uma leitura dos salmos e a partir deles orar. Você se tornou católico por que gostou dela e tem convicção que ela é a palavra do Deus do povo na linguagem do povo de Deus. Não sabemos o que seria do mundo se ela não existisse.

Mas muitos, também se deram mal com ela. Várias pessoas perderam a vida, guerras foram legitimadas, famílias foram desfeitas. Existem até aqueles que a consideram perigosa à política, a ponto do seu uso ser proibido em alguns países. A bíblia já caiu e cai bastante nas mãos de pessoas mal-intencionadas, que querem achar nela respostas pra tudo, inclusive o porquê da dor de cabeça, do vício do marido, do mal comportamento da criança,etc e assim se decepcionam com ela. Tudo isso por que não a entendem:

- Zé, tu viu que domingo na missa o pade disse que nois tinha que lê bíbria, que ela é a palavra de Deus e que nois só vai viver feliz se obedecer a ela, num foi?

- Foi sim antônio.

- Pois bem, eu fui ler um monte de passage do antigo testamento e num intendi foi nada óia só essa: "Ora aconteceu que já senhor da Grécia, Alexandre, filho de filipe da macedônia, oriundo da terra de Cetim, derrotou também Dario, rei dos persas e dos Medos e reinou em seu lugar”.

- É Antoim eu também acho que num divia ter isso na bíblia não, até falando de negocio de política, né? Fulano derrotou e reinou no seu lugar!

- E tu num sabe da pior home! Escuta só essa:

“Teu imbigo é uma taça redonda, cheia de vinho perfumado; teu corpo é um monte de trigo cercado de lírios; teu dois seios são como dois filhotes gêmeos de uma gazela.”

- Pode parar essa leitura! Que negócio feio é esse antoim? Rapaz vamo rever isso e falar com o padre, pra tirar nossas dúvidas por que daqui a pouco eu num acredito que esse livro aí é a palavra de Deus.

- É zé realmente, mas ir no padre não, é por que eu não te mosteri ainda o panfreto que um home deixou aqui in casa dizendo que a Igraja Católica é idólatra e nois vamo tudo pro inferno e o pior de tudo é que é le aponta na bíblia onde tá tudo isso.

- Home antoin, pois eu num vô ficar com essas dúvidas não, vou me inscrever hoje mesmo no curso bíblico que está sendo organizado pela minha paróquia, por que desse jeito num pode ficar não, fui...

O problema destes dois é mais um exemplo do perigo que é ler a bíblia sem ter conhecimento de como ela surgiu, de quem a escreveu, da cultura dos povos que está presente nela,etc. Mas isso não significa dizer que só quem pode abri-la são os que tem um nível intelectual elevado. Também nós podemos e é nosso dever como disse o padre na missa em que Antônio e zé estavam presentes. Há alguns livros que são mais aconselháveis aqueles que não têm muito costume de lê-la como por exemplo: Os 4 evengelhos e os atos dos apóstolos, as 3 espístolas (que são cartas) de são João,etc. Temos que começar pelos livros mais fáceis, depois com o passar do tempo a gente vai lendo os que trazem um conteúdo mais pesado.

Para facilitar ainda mais a nossa compreensão sobre as sagradas escrituras convido você a passiar um pouco na História da bíblia, venham comigo...

(trilha musical- à moda antiga)

Há cerca de 1250 anos antes de Cristo vir ao mundo, um povo havia se formado junto a civilização egípcia eram os chamados hebreus. Viveram mais de 400 anos sendo escravizados e muito humilhados pelos povo do egito. Até o feliz dia em que Deus chama Moisés e lhe dá a missão de libertar-los.

Miraculosamente o povo ao atravessar o Mar Vermelho é liberto e a partir daquele momento vão formar uma nação, na terra que tinha sido prometida a eles por Deus, a terra de Canaã ou Israel. Lá começaram a se organizar nas questões religiosas, políticas, culturais, etc. Estavam divididos em 12 tribos,eram como que estados independentes, mas que tinham traços comuns. Possuiam um Juiz, que era também um chefe militar para defender o povo em questões de perigo. o último Juiz foi samuel que sagrou como rei Saul, o seugundo rei foi Davi, depois Salomão seu filho e asssim foram surgindo vários reis. É a chamada monarquia em Israel. Israel não era um país isolado e único mas vivia em meio a outros e sofria inflências deles, houveram tempos de muitas invasões e guerras, assim como acontece até hoje. Tudo isso mostra que a vida desse povo não foi fácil, enfrentaram muitas dificuldades em todos os setores da vida. Esse é o resumo da história do povo que escreveu a bíblia. Cheia de altos e baixos. Até antes do reinado de Salomão não tinha sido escrito nada do que está na palavra de Deus. Essas histórias da libertação e formação do estado de Israel eram passadas de boca em boca, de pai para filho, é isso mesmo que você ouvio: eles contavam as histórias uns para os outros de forma oral. E a própria bíblia deixa claro isso em várias partes, veja só:

"Ó Deus, ouvimos com nossos próprios ouvidos: nossos pais nos contaram, a obra que fizestes em seus dias, nos tempos de antanho" (Sal 43,2).

"O que ouvimos e aprendemos, através de nossos pais, nada ocultaremos a seus filhos, narrando à geração futura, os louvores do Senhor, seu poder e suas obras grandiosas." (Sal 77,3-4).

Você poderia perguntar: "E como esse povo conseguia lembrar tudo isso?" É aí onde percebemos duas coisas: primeiro: não esqueciam porque tudo isso lhe chamava muito a atenção e segundo: percebemos aí a presença forte da ação de Deus.

No tempo do reinado de Salomão algumas pessoas começaram a registrar, por escrito, estes acontecimentos, ainda faltavam cerca de 900 anos para Cristo nascer. Com um detalhe: Eles não sabiam que estavam escrevendo a palavra de Deus, tinham a intenção de ajudar as pessoas daquele tempo, fazer com que elas lembrassem que Deus agiu em sua história e que caminha ainda ao seu lado. Assim iniciou-se o precesso de confeccção da bíblia. Muita gente colaborou. A primeira parte que é chamada de Antigo Testamento só foi concluída depois de mais de 800 anos, já dá pra perceber que ela não é fruto de uma só pessoa, mas de várias, que viveram em épocas e situações diferentes. Eles procuraram explicar aquilo que o povo vivia com aquilo que ele acreditava. Este primeiro grande bloco está dividido em 4 partes: O pentateuco, Que são os primeiros 5 livros, eles nos mostram a criação e o início da história do povo de Israel, logo após vem os 16 livros históricos, que como o próprio nome já diz contam a história de como Deus conduz o seu povo, depois temos os 7 livros sapiensiais ou poéticos, neles encontramos orações, conselhos, normas de sabedoria,etc. Nestes livros estão os salmos e por último existem os 18 livros proféticos, narram as ações dos profetas na história desse povo. Por volta de 50 anos antes de Cristo o último livro do AT foi concluido, o livro da sabedoria. Perceba um detalhe: O AT possui 46 livros, segundo esta seqüência de livros o último deste bloco é Malaquias. Mas isso não significa dizer que ele foi o último a ser terminado, assim como também não podemos dizer que o primeiro livro a ser escrito foi o do Gênesis.

O Novo testamento só começou a ser escrito cerca de 20 anos depois da morte de Jesus, a primeira pessoa a escrever foi são Paulo, com as duas cartas aos tessalonissenses. Os escritos do Novo Testamento estão divididos da seguinte forma: Primeiro os 4 evamgelhos, que narram as palavras e as ações de Jesus e das pessoas que conviviam com ele, depois temos os Atos dos Apóstolos, que narram como se desenvolveu os trabalhos dos apóstolos depois da subida de Cristo aos céus, logo após encontramos as 14 cartas de Paulo, com textos dirigidos a comunidades ou pessoas específicas, saõ cartas ainda os escritos de Tiago, Pedro, João e Judas e por último temos o livro da revelação que se cham apocalipse de João, este que é o mesmo escritor do evangelho e das 3 cartas que têm seu nome. Todos os escritos do Novo Testamento também são frutos de uma vivência comunitária. A comunidade fazia memória aos fatos que lhes chamaram mais a atenção sobre Jesus e aí algumas pessoas se responsabilizavam de escrever. Assim foram nascendo os evengelhos Mateus, Marcos, Lucas e João, mas nós nunca podemos esquecer: os 4 evangelhos, por exemplo, não são frutos de apenas 4 pessoas, mas de várias que faziam parte do cristianismo primitivo. Outros livros, como é o caso das cartas, foram escritos para comunidades que passavam por algum problema em determinado assunto, ou que eram exortadas a continuarem firmes com já estavam. Mas essas cartas não eram só dirigidas as comunidades mas também há algumas pessoas diretamente, como são as cartas a Tito e a Timóteo. O apocalipse foi um dos últimos livros a ser escrito. O novo testamento foi concluido por volta de ano 115 depois de Cristo.

- Antônio?!

- ôpa, digaí zé?

- Rapaz nóis tivemo onte o primero encontro do curso bíblico, mas foi bom eu tirei tanta da dúvida! Inclusive a respeito daqueles dois versículo que tu me mostrô.

- E aí o que foi que disseram?

- É muito simples disseram que, o livro onde tá essa citação foi escrito numa época de perseguição ao povo de Deus e o autor quer mostrar que os custumes pagãos tavam se tornando cada vez mais comum na vida do povo e isso aconteceu depois da morte daquele cara que era chamado de Alexandre Magno, o pai dele era Filipe e nasceu numa cidade chamada Cetim! Antoin tu nem imagina como esse caba era poderoso ele entrava nos país dos outros e dominava a força por isso que diz que ele derrotou Dario, que foi um grande rei da nação persa, onde os habitantes dela eram chamados de Medos ou persas. Entendeu?

- Ah, zé! intendi! quer dizer que o autor tava só querendo mostrar que depois do reinado desse home, os costumes pagãos ganharam mais força entre as pessoas que acreditavam em Deus!

- Agora também disseram zé, que nóis não pode lê um vesículo solto não.

- Como assim?

- ó, por exemplo: quando nóis lemo aquele versículo, esquecemos de lê os outros e por isso nossa compreensão foi mais curta! É por causa disso que muita gente fica contra Igreja Católica, dizendo que ela é idólatra e tudo mais, assim como tu fez, nóis só vamo interpretá bem a bíblia quando nóis subé bem como ela surgiu, a época e a história de cada livro e assim vai!

-Zé mais e aquele versículo que fala do imbigo?

- O segredo é o mesmo! Nóis lemo os versículo isolado home! O livro cânticos dos cânticos fala da beleza do esposo e da esposa numa linguagem bem romântica! Num tem nada de errado! E ele é tão bonito que representa o amor apaixonado de Deus por nóis! Foi o que disseram!

- Mas zé! E por que é que ele faz aquelas comparação: taça redonda, filhote de Gazela,etc.

- Por que o povo da bíblia conviviam muito com essas coisas, quase todos viviam no campo, assim como nóis! Não esqueça antoin: "a bíblia é a palavra do Deus do povo na linguagem do povo de Deus".

- Pois é! Pra tu vê né Zé, muitas vezes nóis lê um pouquinho a bíblia nem entende direito e já acha que é aquilo e pronto! Nóis ainda tem muito o que aprendê amigão!

- Agora a gente precisa lê a bíblia rezando, por que só o Espírito Santo nos faz entender o que está escrito!

Parece que os nossos amigos estão cada vez mais entendendo a importância de conhecer o contexto da bíblia para entender seu texto! Participar de um curso bíblico, como demostrou Zé, é nuito importante! Precisamos ir sempre tirando as nossas dúvidas, por que um católico ignorante com certeza será protestante.

Nenhum comentário: