Seja bem-vindo

Este é um blog que visa o fortalecimento da sua fé!!!

segunda-feira, 12 de novembro de 2007

Povo de Israel: uma etnia ou um povo formado por grupos sociais pobres?

A história do povo de Israel foi cheia de grandes desafios. A própria formação do povo é um exemplo disso. Muitos grupos sociais formaram o chamado povo de Israel. Dentre eles podemos destacar quatro, que tiveram fundamental importância: O grupo mosaico (formado pelos hebreus, que viviam como escravos no Egito), o grupo dos camponeses oprimidos ou hapirus (classe que vivia nas aldeias de Canaã), o grupo dos descendentes dos patriarcas (formados pelas gerações de Abraão, Isaac e Jacó) e o grupo Sinaítico (composto pelos beduínos seminômades de Seir).

Cada grupo social tinha as suas características próprias, que vieram a enriquecer a experiência de vida com Deus, do povo de Israel. O grupo de Moisés viveu a triste realidade da escravidão, encontraram a Deus através dessa humilhante situação. Atravessaram o Mar Vermelho e caminharam pelo deserto em busca da “Terra Prometida”. Chegaram a ela liderados por Josué e tomaram posse de uma cidade fortificada chamada Jericó (Js 6,20-27). Os hapirus eram camponeses que viviam às margens da sociedade Cananéia. Eles faziam, constantemente, revoltas contra as injustiças sociais de que eram acometidos. Estavam inseridos em situações extremamente precárias e faziam os trabalhos mais pesados, além de pagarem impostos. A diferença principal entre os hapirus e o povo hebreu era que este último, diante da sua condição social, era pacífico enquanto os hapirus eram “bandos armados”. O grupo abraâmico, formado pelos descendentes dos patriarcas, viviam o semi-nomadismo e eram de origem semita-araméia. Tinham tradições familiares bastante ricas e contribuíram muito para a primeira organização social israelita: o sistema tribal. Por último temos as contribuições do grupo sinaítico. Era formado por beduínos que vivam em Seir e se estabeleceram nas estepes e montanhas de Canaã. Uma das grandes importâncias deles diz respeito ao nome de Deus: YaHWeH. Prestavam culto a Deus no monte Sinai. O culto a YaHWeH foi propagado por este grupo e aceito pelos hebreus.

Poderíamos nos perguntar: o que unia estes povos? A resposta é simples, mas, para a época renovadora: A FÉ NO DEUS ÚNICO E VERDADEIRO. Todos estes grupos eram pobres e foram, ao longo de sua história, oprimidos e rejeitados pelas elites e pelos poderosos. Foi com estes que Deus quis contar para formar “o seu povo e ser seu Deus.”

A bíblia nem sempre deixa claro a participação destes grupos e de outros na formação do povo, mas diversos achados arqueológicos têm comprovado a importância deles para o povo israelita. Vale a pena ressaltar que a bíblia não é um livro de ciência, mas de fé e de como essa fé foi entendida e vivida pelo povo de Deus ao longo da história.

Com tudo isso percebemos que o povo de Israel foi formado por vários grupos sociais e não uma etnia eleita por Deus. O Senhor sempre conta com os pobres e oprimidos. Mostra-se errada então a idéia de que Deus foi injusto e excluiu todos os povos da antiguidade. Na realidade Deus escolheu aqueles que não tinham voz nem vez. Assim como escolhe a cada um de nós, como seus eleitos , povo santo e pecador, mas que também ruma para a “Terra Prometida “, que é o céu.

6 comentários:

Anônimo disse...

Ai a pergunta que faço entao porque na biblia o povo de Israel aparece como um povo santo? Se de sua formaçao vieram de outras influencias.

Anônimo disse...

ola jair...gostei mito de seu trablaho sobre a formação do povo de israel..será que vc num tem mais alguma coisa aí para me enviar..preciso fazer um trabalho sobre a formação do povo de israel e num tenho material algum..
se v puder me ajudar agradeço...
....meu e-mail.. joao_emanuel2@hotmail.com

Anônimo disse...

Se me permite... Eram "chamados" de povo santo devido à um certo exclusivismo deles. Tinham fatores que os direcionavam a pensar assim. Parece muito com questões que acontecem ainda hoje se perceber bem. O Deus deles era melhor que dos outros e ai vai. O sofrimento e tantas questões particulares sempre contribuiram para isso... Para resumir, tudo é uma questão de tradição que gira em torno desse conceito, lembrando que o que está escrito na Bíblia, foi relatado em momentos específicos que o povo vivia e escreviam segundo o que os interessava ou como enxergavam e não necessariamente como realmente era.

Anônimo disse...

Sr jair tudo bem ?
vendo a crise em Israel, como leigo
vejo que os israilenses estao sendo covardes nos atques contraos palestinos, entao mando este e-mail para que o sr me tire um grande duvida , por que o oriente medio (alguns paises , siria,ira,iraque,egito,etc ) detestam os isralienses gostaria muito de ler sobre isto por que ixiste este odio de paises mulçumanos contar israel, e por que em um confornto armado a primeira coisa que israel faz e atacar a faixa de gaza , e tb gostaria de ler sobre os palestinos , gostaria muito de entender sobre esta guerra milenar
por favor sr Jair m etire esta duvida, pois na minha opiniao os israilenses estao sendo muito covardes contra a palestina e o hamas, afinal o povo daquele lugar elegeu o Hamas como comandantes e acho que israel tem de respeitar nao e mesmo ou estou errado.

will.net disse...

olá amigo eu queria só fazer-lhe uma pergunta no orginal, ou seja, na lingua hebraica, o hebreu é um erro de tradução que seria hapiru, que se propagor na nossa tradução, você tem a fonte aonde diz que eram pessoas diferentes?

Anônimo disse...

muito bom seu texto, me ajudou muito
PS.: amigo Brasil é com "s" e nao com "z" !!!!fica a dica ;)