Seja bem-vindo

Este é um blog que visa o fortalecimento da sua fé!!!

sábado, 15 de março de 2008

Origem e espiritualidade da Semana Santa

A Semana Santa é um verdadeiro tempo de Kairós para Igreja. Tempo em que somos convidados a mergulhar nas profundezas do mistério pascal (paixão, morte e ressurreição de Jesus). Essa forma de celebrar o sofrimento e a vitória de Cristo sobre o mal remonta ao século IV d.C. No concílio de Nicéia (325 d.C.) o então imperador romano Constantino e o papa Silvestre I fizeram uma série de mudanças significativas em relação à liturgia e à consolidação da doutrina católica. Dentre essas mudanças houve o incentivo de se celebrar em Jerusalém o mistério pascal em três dias consecutivos, sendo que na Sexta-feira seria lembrada a morte do Senhor, no sábado o luto e no Domingo a sua ressurreição. Um decreto do papa ordenava que o domingo da ressurreição fosse o dia mais importante do ano. Com o passar do tempo os cristãos acharam por bem celebrar durante toda a semana. No domingo, antecedente à páscoa, celebrava-se, como fazemos até hoje, a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, o que hoje chamamos de Domingo de Ramos, onde as pessoas, para lembrarem o povo que aclamava Jesus como rei, levam seus ramos como sinal de alegria e júbilo pela presença do messias-rei entre eles e que permanece até o final dos tempos entre nós (cf. Mt 28, 19-20). Dá para perceber que esse costume na Igreja vem de muito tempo e faz com que a paixão a morte e a ressurreição de Cristo permaneçam sempre atuais em nossas vidas. Uma Semana Santa vivida realmente como aconselha a mãe Igreja produz verdadeiramente muitos frutos para nós. Por isso vale à pena adentrarmos a espiritualidade deste tempo a fim de experenciarmos as graças que Deus tem para nós mediante o seu filho Jesus que nos salva.

2 comentários:

Ivanilson - Pesqueira/PE disse...

Ola paz e bem irmao,
Antes de mais nada gostaria de expresasar minha elegria de ter de volta as postagens do blog.
O espirito da semana Santa deve ser a mais pura, oscristao devem se reeducar, e nao deixar se levar pelas praticas pagãs que ocorrem nessa epoca, onde o espirito de penitencia e caridade sao muitas vezes deixas de lado para se viver e praticar coisas anti-cristãs. O dia maior deve ser aquele que nos apresenta o Cristo vivo e ressucitado nos meio de nós, vivendo na sexta-feira santa o que levou a nossa salvaçao, sua morte de cruz.
Gostaria de aproveitar a oprtunidade e de fazer uma pergunta: Qual o significado de se celebrar a virgilia pascal com a igreja penumbra?
Um forte abraço irmao, e nao pare de nos evangelizar pelo o blog!
Deus seja louvado para sempre!

Valdecy Alves disse...

Nos tempos atuais ao seguimos um blog ou sermos seguidos, formamos uma verdadeira teia, capaz de ter um alcance quantitativo e qualitativo para matérias formativas e informativas, que mídia alguma consegue ter. Já imaginou se os pré-socráticos e pós socráticos tivessem tal meio divulgador na sua época? A história seria outra! POR ISSO PARABÉNS PELO BLOG.

Aproveito para CONVIDAR VOCÊ, seus seguidores e quem você segue, para lerem matéria sobre o espetáculo SAGRADO E PROFANO, que ocorrerá na cidade de Senador Pompeu, interior do Ceará, no pequeno Distrito de Engenheiro José Lopes. Experiência artística que mobiliza toda a população, que além de encenar a Paixão de Cristo ainda tem os caretas, que há cerca de 70 anos, saem pelas ruas. Experiência artística, social, política, folclórica, econômica..... que merece ser relatada, imitada e, sendo possível, vista e visitada ao vivo. Boa leitura em:

www.valdecyalves.blogspot.com