Seja bem-vindo

Este é um blog que visa o fortalecimento da sua fé!!!

sexta-feira, 4 de abril de 2008

A abordagem do tema: "Dignidade humana e paz" pela comunidade cristã de São Mateus no século I

As primeiras comunidades eram agrupamentos de caráter religioso que buscavam concretizar em suas práticas cotidianas e mensagem de Jesus Cristo, sendo este considerado o filho de Deus enviado ao mundo. Estas comunidades, contextualizadas pela dominação do Império Romano, segundo o historiador Eduardo Hoornaert se formaram com o objetivo de satisfazer suas necessidades espirituais e sociais diante de um contexto social-político de marginalização. Nesse sentido assim se expressa Eduardo, em seu livro “A memória do povo cristão”:

“Elas tornaram-se formas implícitas de protesto social organizado e defesas diante da atomização social que ameaçava essa gente sem terra, sem direitos, sem profissão certa, sem defesa. Para eles a comunidade oferece uma ‘casa’ a ‘casa de Deus’. Deus oferece sua casa aos que não têm casa.” (Eduardo: 1986. Pág. 42)

Dentre estas comunidades destaca-se a de São Mateus. A grande contribuição desta comunidade foi a confecção do Evangelho de São Mateus, que provavelmente tenha sido escrito entre os anos 70-80 d.C. Esta foi justamente a época de perseguição religiosa mais crucial dos romanos, através da qual a cidade de Jerusalém foi praticamente destruída. Na época Jerusalém representava um lugar privilegiado para o culto, tanto cristão quanto judeu.


“Roma mandou reprimir a revolta em Jerusalém, a capital, que estava cercada pelos exércitos ameaçada de destruição total. O templo seria profanado. Muitos cristãos, a maioria, eram judeus. Eles não sabiam se deviam ou não entrar na rebelião contra o Império romano. Este problema político causava muitas tensões na comunidade. O horizonte não estava claro. Havia divisão e até guerra entre os próprios judeus.” (in apud: diác. Lula. texto INTRODUÇÃO A BÍBLIA. Apostila Item-G, pág. 35)

Toda esta situação de perseguição, injustiça, conflitos e desvalorização da dignidade humana, foram fatores decisivos para que a comunidade de São Mateus buscasse uma releitura dos discursos de Jesus Cristo, principalmente presente na memória coletiva da comunidade. Tal releitura teve como princípio a busca de uma orientação prática para os problemas sociais enfrentados na época pela comunidade.
Uma das características importantes da comunidade de São Mateus era o interesse pela justiça e esta levaria à paz. Isto pode ser exemplificado pela seguinte citação bíblica extraída do próprio evangelho segundo Mateus: “Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça e todas estas coisas vos serão dadas em acréscimo” (Mt 6, 33).
A paz na comunidade de São Mateus era intrinsecamente ligada ao respeito dos direitos humanos e à vivência das mensagens de Jesus. Nesse sentido seguir a lei de Deus significou para a comunidade a necessidade de amar o próximo e assim reconhecê-lo como pessoa importante na sociedade. (cf. Mt 22, 34-40). Dessa forma todos teriam uma vida feliz e tranqüila. É importante destacar que a bíblia fala que esta experiência e esta forma de conceber as mensagens de Jesus se concretizaram de forma positiva nas primeiras comunidades de modo geral, mesmo que por um tempo relativamente curto:

“Todos os fiéis vivam unidos e tinham tudo em comum. Vendiam as suas propriedades e os seus bens, e dividiam-nos por todos, segundo a necessidade de cada um. Unidos de coração, freqüentavam todos os dias o templo. Partiam o pão nas casas e tomavam a comida com alegria e singeleza de coração.” (At 2, 44-46).

Nenhum comentário: